segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

I Encontro DO PINCEL AO PIXEL: Imagens em debate


Durante os dias 5 e 6 de dezembro de 2018, aconteceu no Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas o I Encontro DO PINCEL AO PÍXEL: Imagens em debate. O presente evento resultou de atividades de pesquisas desenvolvidas no âmbito do PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq), coordenado pela professora Cláudia Brandão. O evento teve como objetivo compartilhar com o público em geral discussões acerca da produção e circulação de Imagens na contemporaneidade, a partir de pontos de vista interdisciplinares.Durante os dois dias de evento aconteceram diversas atividades, como mesas redondas, oficinas, lançamento de livros, atividade artístico-cultural e palestra. 



Pela parte da manhã do dia 5, o evento começou com a Oficina de Produção Audiovisual proposta pela acadêmica e pesquisa do PhotoGraphein, Dhara Fernanda Nunes Carrara. A oficina teve como objetivo produzir um resultado em formato audiovisual a partir de uma reflexão crítica.

A acadêmica e pesquisadora Dhara Fernanda durante a oficina de produção audiovisual no dia 5.


Na parte da tarde do mesmo dia, tivemos a mesa redonda intitulada: IMAGEM, CINEMA E LITERATURA, mediada pelo Prof. Dr. Cláudio Tarouco de Azevedo e que contou com a participação da Profª Drª Daniele Galindo Gonçalves Silva (UFPel), debatendo o filme Effy Breast (2009); a MSc. Tatiana Brandão de Araujo (PUCRS) debatendo Hollywood e o Código Hays e do Msc. Jesús Pérez Garcia  (FURG) debatendo a obra cinematográfica F For Fake (1973). 

Da esquerda para a direita: O Prof. Cláudio Tarouco mediando e os debatedores Prof. Daniele Galindo Gonçalves, Msc. Tatiana Brandão de Araújo e Msc. Jesús Pérez Garcia.
O público durante a mesa redonda IMAGEM, CINEMA E LITERATURA.

Após a mesa redonda, o evento contou a exibição da produção artística visual acompanhada de improvisação musical, apresentada ao vivo Entre Cisnes e Cinzas. Tendo como base o poema 'O Cisne' de Charles Baudelaire, a apresentação consistiu em uma produção audiovisual contendo fotografias e vídeos dos integrantes do PhotoGraphein retratando a cidade de Pelotas por diferentes pontos de vista junto com falas do pesquisador Adão Monquelat sobre a história do município, procurando refletir sobre questões do passado de Pelotas que ainda permeiam a contemporaneidade. A trilha sonora foi apresentada ao vivo à partir de uma improvisação musical com Patrick Brasil Menuzzi ao piano e Mayara Araújo do Amaral na flauta. 

Frame da produção audiovisual 'Entre Cisnes e Cinzas', apresentada no dia 5/12.

A finalização do primeiro dia de evento ficou por conta da exibição do documentário 'Escola Sem Censura', que contou com a mediação da Profa. Cláudia Brandão e Profa. Fabiane Tejada e a participação dos diretores, Prof. Rodrigo Duque Estrada (UFPel) e Prof. Ricardo Gonçalves Severo (FURG). O documentário aborda embate entre a autonomia docente e o projeto Escola sem Partido. 

Conversa com o diretor Prof. Rodrigo Duque Estrada após a exibição do documentário.

Pela parte da manhã do dia 6, aconteceu a OFICINA INTRODUÇÃO AO EMPODERAMENTO GRÁFICO: como ser autxr-produtxr-artista na era das publicações independentes, proposta pelo professor, editor e artista visual Gustavo Reginato. O objetivo da oficina foi trazer uma introdução às práticas editoriais independentes; projeto gráfico, tiragem, catalogação, ISBN, distribuição e suas respectivas subversões.


Gustavo Reginato e o público durante a oficina no segundo dia de evento


Pela tarde ocorreu a segunda mesa redonda do evento, intitulada como IMAGEM, ARTES VISUAIS E MEMÓRIA, mediada pela coordenadora do PhotoGraphein, Profa. Dra. Cláudia Mariza Mattos Brandão. Os debates ficaram por conta da Profa. Dra. Teresa Lenzi (FURG), trazendo as fronteiras, fricções e retroalimentações no contexto contemporâneo fotográfico; da Profa. Dra. Márcia Regina Sousa (UFPel) com a pesquisa "A memória que nos une é a mãe do futuro: ancestralidade, natureza e atitude em Cecilia Vicuña." e do Prof. Gustavo Reginato com "Os diários de viagem de Hans Staden (1557) e sua influência na construção do imaginário brasileiro."

Da esquerda para direita: a mediadora Cláudia Brandão, Teresa Lenzi, Márcia Sousa e Gustavo Reginato durante a mesa redonda IMAGEM, ARTES VISUAIS E MEMÓRIA.
Logo após a mesa redonda, iniciou-se a palestra intitulada 'As ambiguidades do Kitsch' com o Prof. Dr. Gerson Luis Trombetta (UPF). A palestra teve como objetivo abordar o fenômeno kitsch sob dois aspectos: 1) o kitsch supre plenamente a necessidade estética de “ver e possuir”, típica da sociedade de consumo, reforçando as ilusões da subjetividade; 2) o kitsch, por outro lado, ao agregar memórias, experiências de vida e sentimentalismos ocupa “flancos estéticos” deixados pelo modernismo (de modo especial da arquitetura), assumindo, em muitas oportunidades, um  papel “transgressor”.


O Prof. Dr. Gerson Trombetta e o público durante a palestra na tarde do dia 6.

Por fim, o evento contou com Lançamento de livros pela Editora Caseira. Foram lançadas duas obras, sendo elas 'Arteiros do Cotidiano Vol III', uma coletânea de artigos escritos por alunos do curso de Artes Visuais Licenciatura da UFPel, durante o projeto de extensão Arteiros do Cotidiano, coordenado por Cláudia Mariza Mattos Brandão e 'Viver no Porto e ter um Porto em sua vida', resultado de reflexões críticas sobre o cotidiano do bairro Porto de Pelotas/RS, problematizando suas atividades, buscando entender os impactos gerados pela atividade produtiva da região portuária.


Organização do evento: Profª Drª Cláudia Mariza Mattos Brandão, Acadª. Dhara Fernanda Nunes Carrara e Acadº. Guilherme Susin Sirtoli

Colaboradores: Profº. Ítalo Franco Costa e Acadª. Vanessa Cristina Dias

Criação do site: Dhara Fernanda Nunes Carrara

Produção do PhotoGraphein - Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq)

Apoio: Programa de Pós-graduação (Mestrado) em Artes Visuais - UFPel; Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas, Artes e Linguagem - UFPel e Centro de Artes

Fotografias: Vanessa Cristina Dias, Guilherme Susin Sirtoli, Dhara Fernanda Nunes Carrara, Ítalo Franco Costa. 

O site do evento contendo fotografias dos dois dias e informações acerca do mesmo pode ser acessado clicando aqui.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

O PhotoGraphein convida: I Encontro "Do Pincel ao Píxel: Imagens em Debate" - 5 e 6 de dezembro


O PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq) tem o prazer de convidar para o 1º Encontro “Do Pincel ao Pixel: Imagens em Debate”. O encontro resulta de atividades de pesquisas desenvolvidas no âmbito do núcleo e acontece nos dias 5 e 6 de dezembro no Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas (UFPel).



A importância e a centralidade diferenciadas das imagens presentes no cotidiano se devem não apenas à sua quantidade e diversidade, mas também aos diversos fins para os quais elas são utilizadas. Percebe-se, portanto, a necessidade problematizar o tema, na compreensão de que com a explosão da “civilização da imagem”, essa produção obsessiva distrai e banaliza, obliterando percepções reflexivas.

O evento tem como objetivo compartilhar com o público discussões acerca da produção e circulação de imagens na contemporaneidade, a partir de pontos de vista interdisciplinares. Além disso, o encontro terá oficinas, palestra, mesas-redondas, lançamento de livros, exibição de documentário e apresentação de produção visual com performance musical ao vivo.

A programação completa pode ser acessada diretamente no site do evento, clicando aquiO evento é gratuito e aberto a todos os interessados, as inscrições são feitas pelo site.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Fotografia com Pipoca apresenta: Halloween (1978)



Neste mês de novembro teve mais uma sessão do Fotografia com Pipoca. Nesta última quarta-feira (21/11) exibimos o filme "Halloween", dirigido por John Carpenter. O longa foi debatido pela Professor Dr. Raphael de Boer formado pela University of London. O debate rendeu uma roda de conversas muito produtiva, trazendo questões relativas ao gênero de filmes horror/slasher, aos possíveis olhares masculinos e femininos sobre os personagens para além do filme apresentado. 



Sinopse: Michael Myers (Tony Moran) é um psicopata que vive em uma instituição há 15 anos, desde quando matou sua própria irmã. Porém, ele consegue fugir de seu cativeiro e retorna à sua cidade natal para continuar seus crimes na localidade que, aterrorizada, ainda se lembra dele.



O Professor Raphael debatendo o filme. Fotografias: Vanessa Cristina Dias.




Mesa Redonda GO WEST: Imigrantes que transformaram Hollywood



No dia 13/11/2018 aconteceu a mesa redonda intitulada GO WEST: Imigrantes que transformaram Hollywood, às 15h30min, no auditório da Faculdade de Arquitetura e teve como objetivo discutir as influências externas ao contexto estadunidense no cinema hollywoodiano, da primeira metade do século XX. A mesa foi mediada pela coordenadora do PhotoGraphein, Cláudia Brandão e debatida por: Tatiana Brandão (PUCRS) e Jesús Pérez Garcia (FURG).

Arte: Guilherme Susin Sirtoli


As discussões focaram nos elementos temáticos e estéticos que contribuíram para a formação do estilo da obra de alguns diretores, mas também em movimentos como o do Cinema Noir. Os organizadores do evento entenderam, portanto, a necessidade de complexificar os variados elementos que compõem as inúmeras produções realizadas nos estúdios de Hollywood, durante esse período. A atividade compõe as ações do projeto de extensão Fotografia com Pipoca, desenvolvido pelo PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq), desde 2016.


Os debatedores:

Tatiana Brandão, graduada em História – Bacharelado (FURG), Mestre em Literatura (PPGL, UFSC), Doutoranda em História (PUC-RS), e pesquisadora do PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq). Em suas produções privilegia os temas: História, Teorias Feministas e Cinema.

Jesús Pérez Garcia, graduado em História da Arte e Filosofia (Universidad de Murcia, Espanha), Mestre em Dirección y Gestión de Recursos Histórico-culturales (Universidad de Murcia, Espanha), Doutorando em História da Literatura (FURG), bolsista CAPES. Principais campos de atuação: História da Literatura, História do Cinema e Artes Audiovisuais.

A mediadora:

Cláudia Mariza Mattos Brandão (Centro de Artes, UFPel), líder do PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq).

Segue algumas fotos do que aconteceu no evento: 


























Fotografias: Dhara Carrara

domingo, 11 de novembro de 2018

PHOTOGRAPHEIN PARTICIPA DA 4° SEMANA INTEGRADA UFPEL



Entre os dias 22 a 26 de outubro ocorreu na Universidade Federal de Pelotas a quarta edição da Semana Integrada de Inovação, Ensino, Pesquisa e Extensão, quando foram apresentadas as pesquisas fomentadas no PhotoGraphein - Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq), orientadas pela professora e coordenadora do grupo Cláudia Mariza Mattos Brandão.



Os acadêmicos Guilherme Susin Sirtoli e Vanessa Cristina Dias apresentaram no Congresso de Iniciação Científica (CIC) as seguintes pesquisas, respectivamente: Do Pincel ao Píxel: Sobre as (Re)apresentações de Sujeitos/Mundo em Imagens, abordando resultados parciais do projeto de pesquisa desenvolvido no âmbito do PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq) sobre a significação do manancial imagético produzido através dos novos aparatos; Mulheres e suas Representações no âmbito das Artes Visuais, discutindo sobre o poder do erótico como uma força vital norteadora para mulheres e à imagem feminina através de produções contemporâneas de duas artistas fotógrafas, Nan Goldin e Francesca Woodman.

Acadêmico Guilherme Susin Sirtoli. Fotografia: Cláudia Brandão.

Acadêmica Vanessa Cristina Dias. Fotografia: Cláudia Brandão.

Os discentes Dhara Carrara, Ítalo Franco, Vanessa Dias e Guilherme Sirtoli participaram também do Congresso de Extensão e Cultura com as pesquisas intituladas Arteiros do Cotidiano: Quando corpos habitam um mundo líquido (apresentação premiada como destaque da sala), expondo as ações integradas do projeto de extensão “Arteiros do Cotidiano” (CA/UFPel), realizadas no ano de 2018 em parceria com a Escola Estadual Félix da Cunha, tendo como objetivo a preparação dos acadêmicos em Artes Visuais – Licenciatura para as práticas de estágio, criando um espaço de ensino-aprendizagem que envolve teoria e prática, possibilitando a experimentação de metodologias e aproximando os acadêmicos da realidade escolar; Fotografia com Pipoca: O estudo da imagem através do cinema, visando expor o alcance e importância de se refletir o discurso da imagem e suas (re)presentações do mundo através da exibição de filmes e realização de rodas de conversas; Intervenção artística Encontros: Caça aos Tesouros-Postais, que propôs estimular novos modos de ver e reapresentar o espaço da Bibliotheca Pelotense, além de divulgar parte da produção poética do Grupo de pesquisa Photographein e; O ver e o olhar: A Fotografia como propulsora de reflexões acerca da produção de Imagens, na qual teve como objetivo apresentar e discutir sobre atividades realizadas em diferentes escolas nas cidades de Pelotas e Rio Grande, que integram as ações do projeto de extensão “PhotoGraphein vai à Escola” (CA/UFPel). O referido projeto, desde 2012, tem como objetivo o de proporcionar aos escolares a construção de conhecimentos no campo de Artes Visuais, tendo como tema propulsor a fotografia, utilizando-a como recurso amplificador do olhar sensível e crítico sobre o cotidiano.

Acadêmica Dhara Fernanda Nunes Carrara. Fotografia: Cláudia Brandão.

O acadêmico Ítalo Franco também participou do XX Encontro de Pós-Graduação com sua pesquisa A Jornada do Herói como método em pesquisa autobiográfica (apresentação premiada como destaque da sala).


Acadêmico Ítalo Franco Costa. Fotografia: Cláudia Brandão



NINHOS, CONCHAS E OUTRAS REDONDICES: COLETIVA FOTOGRÁFICA


Durante os dias 15 a 30 de outubro de 2018, aconteceu a coletiva fotográfica intitulada Ninhos, Conchas e outras redondices, no recolhimento íntimo do porão da Bibliotheca Pública Pelotense. Enquanto artistas/pesquisadores do PhotoGraphein – Núcleo de Pesquisa em Fotografia e Educação (UFPel/CNPq), nos propusemos a compartilhar com os ventos da memória que ali habitam, percepções acerca do espaço.


Cartaz da exposição por Guilherme Susin Sirtoli.

Foi num ambiente de intimidade onírica com o passado que distribuímos as moradas sonhadas por cada um, seguindo as indicações do filósofo francês Gaston Bachelard à partir da leitura de sua obra intitulada “A Poética do Espaço”, na qual o grupo se propôs a refletir sobre questões do âmbito do devaneio poético. Dessa forma, buscando recolher cacos do real, reordenamos os mesmos segundo os ditames de nossos imaginários. Os resultados deste estudo, vinculado ao projeto de pesquisa "Do Píncel ao Pixel – Sobre as (RE)apresentações de Sujeitos Mundo em Imagens" (UFPel/CNPq), foram transformados em exposição contendo 8 fotografias, uma de cada integrante do grupo, impressas sobre diferentes suportes.

Fotografias de: Avani Souza, Cláudia Brandão, Dhara Carrara, Guilherme Sirtoli, Helena Dorneles, Ítalo Franco, Tatiana Brandão e Vanessa Dias.


Integrantes do Photographien na abertura da exposição - Porão da Bibliotheca Pública Pelotense. Fotografia: Matheus Folha

Abaixo, pode-se conferir algumas imagens do espaço durante a exposição:








Fotografias: Cláudia Mariza Mattos Brandão.